ACOLHIMENTO DE PROFESSORAS INICIANTES DE EDUCAÇÃO INFANTIL: análise de Estado do Conhecimento

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2024.v12.14995

Palavras-chave:

Estado do Conhecimento, Acolhimento, Educação Infantil

Resumo

O início da carreira docente é um momento de muitas inquietações e incertezas. Esse primeiro relacionamento com o universo pedagógico pode deixar marcas que, possivelmente, influenciam a decisão pela continuidade ou desistência da profissão docente, reforçando ainda mais a importância de um acompanhamento da equipe pedagógica da instituição de ensino. Considerando o tamanho desafio, este trabalho tem por objetivo identificar situações de acolhimento e acompanhamento direcionada às professoras iniciantes que atuam na Educação Infantil. Além disso, este estudo propõe discorrer sobre o atual Estado do Conhecimento, analisando a produção científica sobre a temática, em teses e dissertações disponibilizadas na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (BDTD/IBICT). Para tanto, as bibliografias encontradas passaram por uma primeira análise chamada “leitura flutuante” de seus resumos e, posteriormente, foram organizadas nas seguintes etapas: bibliografia anotada, bibliografia sistematizada e bibliografia categorizada. Sobre a busca, foram utilizados os descritores Professor iniciante e Educação infantil, sendo encontrados 31 resultados, destes, 23 dissertações e oito teses. A partir da seleção mais criteriosa, totalizaram sete bibliografias para o estudo. Duas categorias foram criadas: Acompanhamento e formação continuada e Momentos desafiadores. Em síntese, o olhar acolhedor para com o professor pode ser decisivo na escolha pela continuidade da profissão, no seu desenvolvimento profissional, exercendo reflexo na própria constituição do “ser” docente.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Crislaine Vargas Basso, Universidade Federal da Fronteira Sul, campus Erechim/RS

Mestranda e bolsista no Programa de Pós-Graduação Profissional em Educação da Universidade Federal da Fronteira Sul -UFFS, Campus Erechim/RS. Licenciada em Geografia -UFFS e em Pedagogia pelo Centro Universitário Internacional -UNINTER. Professora de Educação Infantil na rede municipal de ensino de Severiano de Almeida/RS.

Lidiane Limana Puiati Pagliarin, Universidade Federal da Fronteira Sul, campus Erechim/RS

Doutora em Educação pela Universidade de Passo Fundo (UPF). Mestre em Educação e Licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Professora efetiva da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS - campus Erechim-RS), atuando em diversos cursos de licenciatura e no Programa de Pós-Graduação Profissional em Educação.

Referências

AMORIM, Aline Diniz de. O Processo De Constituição Da Identidade Docente Do Professor Iniciante: Egressos Do Curso De Pedagogia Da UNESP/Bauru. Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2016.

BARROS, Bruna Cury de. Ser professora iniciante na educação infantil: aprendizagens e desenvolvimento profissional em contexto de enfrentamentos e superações de dilemas. 2015. 159 f. Dissertação (mestrado) – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências e Letras (Campus de Araraquara), 2015.

BONFIM, Karlene de Sousa. A rede municipal de ensino e suas articulações frente à inserção de professores(as) iniciantes: o caso de Mariana-MG. 2021. 195 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2021.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília, DF.

CARDOSO, S. Professoras iniciantes da educação infantil: encantos e desencantos da docência. 2013. 156 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2013.

COUTINHO, Débora Gomes Valois. Adaptação De Uma Intervenção Para Favorecer a Socialização Emocional Infantil No Contexto Escolar. 2021. Dissertação (Programa de Pós-graduação em Psicologia) – Instituto de Psicologia. 2021.

ELTZ, Patricia Thoma; WOLFFENBUTTEL, Patrícia, Pinto. Acolhimento de professores em prática reflexiva no ensino remoto: mobilização para formação continuada em nível de pós-graduação. VII CONEDU – Conedu em Casa... Campina Grande: Realize Editora, 2021. Disponível em: <https://editorarealize.com.br/index.php/artigo/visualizar/81229>. Acesso em: 21 nov. 2022.

FASSINA, Roseneide. Atratividade da carreira docente: um estudo com pedagogas iniciantes. 2013. 103 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Católica de Santos, Santos, 2013.

FLORES, Roberta de Lima Manceira. As crianças e a formação docente: a educação infantil como lugar de encontro. 2019. 82 f. Dissertação (Mestrado em Processos Formativos e Desigualdades Sociais) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, São Gonçalo, 2019.

GODEGUEZ, Anelise Delgado. O Programa Mesa Educadora e as suas contribuições para a formação dos professores da Educação Infantil em São Caetano do Sul. 2016. 120 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.

IMBERNÓN, Francisco. La Profesión docente desde el punto de vista internacional. Que

dicen los informes? Revista de Educación, n. 340, p. 41-49, 2006.

MAIOLINO, Emily Aline. Formação Continuada E Acolhimento De Professores Da Educação Infantil a Partir De Narrativas Docentes. 2020. Dissertação (Mestrado Profissional) – Universidade Estadual de Campinas, 2020.

MALHEIRO, Cícera Aparecida Lima. Mapeamento das necessidades formativas do formador de professores atuante no programa de formação online de mentores. 2017. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2017.

MARCELO GARCIA, C. Formação de Professores: para uma mudança educativa. Porto: Porto, 1999.

MATIAS, Bárbara Ferreira. Narratives of women teachers: analysis of the construction of practical knowledge from professionals with recognized expertise. 2012. 137 f. Dissertação (Mestrado em Educação, estado e sociedade; formação de professores e práticas educativas) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.

MOROSINI, Marilia Costa; FERNANDES, Cleoni Maris Barboza Fernandes. Estado do Conhecimento: conceitos, finalidades e interlocuções. Educação por escrito. Porto Alegre, v.5, n.2, p. 154-164, jul.-dez.2014. Disponível em: https://repositorio.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/8646/2/42.Estado%20do%20Conhecimento....pdf. Acesso em: 19 nov.2022.

MOROSINI, Marília; KOHLS-SANTOS, Pricila; BITTENCOURT, Zoraia. Estado do Conhecimento: teoria e prática. Curitiba: CRV, 2021. 174p.

NONO, Maévi Anabel. Casos de ensino e professoras iniciantes. 2005. 238 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2005.

NONO, Maévi Anabel. Professores iniciantes: o papel da escola em sua formação. Porto Alegre: Medição, 2011.

OLIVEIRA, Letícia Marinho Eglem de. A construção da profissionalidade no processo de inserção profissional na educação infantil. 2017. 278 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de Brasília, Brasília, 2017.

OLIVEIRA, Midiã Olinto de. A inserção profissional e a atuação docente na Educação Infantil. 2018. 300 f. Tese (Doutorado em Educação: História, Política, Sociedade) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política, Sociedade, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.

OLIVEIRA, Regina Célia Tolentino. Inserção profissional em “escola de passagem” na visão de professores iniciantes e profissional gestor de uma CEI do município de São Paulo. 2020. 79 f. Dissertação (Mestrado em Educação: História, Política, Sociedade) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política, Sociedade, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2020.

PORTELLA, Vanessa Cristina Maximo. Beginning teachers: professional insertion in school systems and unequal working conditions. 2014. Tese (PPG em educação) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. 2014.

PRÍNCEPE, Lisandra Marisa. Condições de trabalho e desenvolvimento profissional de professores iniciantes em uma Rede Municipal de Educação. 2017. 234 f. Tese (Doutorado em Educação: Psicologia da Educação) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.

REIS, Luna Aparecida Gonçalves dos. PIBID: Construindo Caminhos Para Prática Docente Em Educação Física. 2019. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Educação Física) – Universidade Federal do Triângulo Mineiro Instituto de Ciências da Saúde – Curso de Graduação em Educação Física. 2019.

RUGGIERO, Paula Antunes. O professor e as manifestações afetivas inesperadas de crianças de 3 a 6 anos: uma leitura Walloniana. 2020. 136 f. Dissertação (Mestrado em Educação: Psicologia da Educação) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2020.

SANTANA, Crisley de Souza Almeida. Educação para as relações étnico-raciais: o que pensam as professoras de educação infantil em uma instituição pública do interior paulista. 2021. Dissertação – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, 2021.

SANTOS, Jurema Rosendo dos. Desenvolvimento Profissional Docente: Um Estudo Sobre Professores Iniciantes Da Educação Básica Em Situação De Ausência De Bem-estar. 2019. Dissertação – Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal da Bahia, 2019.

SANTOS, Patrícia Mascarenhas dos. O Professor Iniciante na Profissão Docente na Escola do Campo na Amazônia. Orientadora: Solange Helena Ximenes Rocha. 2018. 187 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Educação) – Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal do Oeste do Pará, Santarém, 2018.

SILVA, Silvana Saraid da. Professores iniciantes na educação infantil: desafios e possibilidades de enfrentamento em uma rede municipal de ensino. 2021. Dissertação (Mestrado em Educação: Psicologia da Educação) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2021.

SILVA, Wanderson Mariano da. Necessidades formativas do professor iniciante no Centro de Educação Infantil: apontamentos para a formação. 2021. 98 f. Dissertação (Mestrado em Educação: Formação de Formadores) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Formação de Formadores, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2021.

SOUSA, Fernando Santos. A construção da profissionalidade docente do pedagogo do gênero masculino iniciante/ingressante na educação infantil e na alfabetização. 2017. 208 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de Brasília, Brasília, 2017.

SOUSA, Sandra Novais. Professores iniciantes egressos do PIBID da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul: habitus e capital cultural em movimento. 2018. Tese – Programa de Pós-graduação em Educação (Campus Campo Grande), Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, 2018.

STACCIOLI, Gianfranco. Diário do acolhimento da história da Infância. Tradução (do italiano) Fernanda Ortale e Ilse Paschoal Moreira. Campinas-SP: Autores Associados, 2013.

TARDIF, Maurice.; Raymond, Danielle. Saberes, tempo e aprendizagem do trabalho no magistério. Educação e Sociedade: revista quadrimestral de Ciência da Educação/ de Estudos Educação e Sociedade (CEDES), Campinas, n. 73, p. 209-244, 2000.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

VOLTARELLI, Monique Aparecida. Aprendizagem profissional da docência: que saberes o(a) professor(a) tem para atuar em creches? 2013. 247 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2013.

ZUCOLOTTO, Valéria Menassa, PRIMEIROS Anos da Carreira Docente: Diálogos Com Professoras iniciantes na Educação Infantil. 2014. Dissertação - Programa de Pós-Graduação em Educação (Mestrado em Educação), Universidade Federal do Espírito Santo, 2014.

Downloads

Publicado

2024-02-16

Como Citar

Basso, C. V. ., & Pagliarin, L. L. P. . (2024). ACOLHIMENTO DE PROFESSORAS INICIANTES DE EDUCAÇÃO INFANTIL: análise de Estado do Conhecimento. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 12(1). https://doi.org/10.34024/olhares.2024.v12.14995