Educação Ambiental popular em Unidade de Conservação: educadores ambientais locais Serra do Itapeti

Autores

  • Carla Gracioto Panzeri Prefeitura de Mogi das Cruzes
  • Carlito da Silva Evangelista Junior Universidade Federal do Pará

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2024.v19.15999

Palavras-chave:

Educação Ambiental, Unidade de Conservação, Meio Ambiente, Popular, Crítica

Resumo

Este trabalho apresenta o processo de construção coletiva dos conceitos de Educação Ambiental e meio ambiente desenvolvido no âmbito do Projeto Educadores Ambientais Locais. Trata-se de uma iniciativa de Educação Ambiental voltada aos moradores de Mogi das Cruzes (SP) e organizada de acordo com as unidades de paisagem. A coleta de dados ocorreu nas atividades formativas desenvolvidas na terceira edição do curso, planejada com ênfase na temática das Unidades de Conservação. A partir das informações coletadas, verificou-se o deslocamento de sentido da noção de Educação Ambiental ancorada na transmissão de conhecimento e no regramento de condutas ambientalmente corretas que avançaram no sentido de uma noção socioambiental e multiescalar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Departamento de Educação Ambiental. Identidades da Educação Ambiental Brasileira. Philippe Pomier Layrargues (coord.). Brasília: MMA, DEA, 2004. Disponível em <https://semil.sp.gov.br/educacaoambiental/prateleira-ambiental/identidades-da-educacao-ambiental-brasileira/>. Acesso em 25/11/2023.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. Educação Ambiental em unidades de conservação: ações voltadas para comunidades escolares no contexto da gestão pública da biodiversidade. Guia informativo, orientador e inspirador. Brasília: MMA, ICMBio, 2016. Disponível em: <https://www.gov.br/icmbio/pt-br/centrais-de-conteudo/publicacoes/publicacoes-diversas/DCOM_ICMBio_educacao_ambiental_em_unidades_de_conservacao.pdf>. Acesso em: 07/09/2023.

CARVALHO, I.C.M. Qual Educação Ambiental? Elementos para um debate sobre Educação Ambiental popular e extensão rural. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Anais do Simpósio Brasileiro de Educação Ambiental. Erechim: EdiFAPES, 2002. Disponível em: <https://semil.sp.gov.br/educacaoambiental/prateleira-ambiental/qual-educacao-ambiental-elementos-para-um-debate-sobre-educacao-ambiental-e-extensao-rural/>. Acesso em 25/11/2023.

COSTA, César Augusto; LOUREIRO, Carlos Frederico. A interdisciplinaridade em Paulo Freire: aproximações político-pedagógicas para a Educação Ambiental crítica. Revista Katálysis, v. 20, p. 111-121, 2017.

CENTRO DE MONITORAMENTO AMBIENTAL DA SERRA DO ITAPETY – CEMASI. Plano de Manejo – Parque Natural Municipal da Serra do Itapety. Mogi das Cruzes: UBC/UMC, 1995.

FERLA, M.R.; NABOZNY, A. Implicações territoriais entre as diferentes categorias de unidades de conservação da natureza no Brasil e as concepções político-pedagógicas da Educação Ambiental. Revista GEOUSP Espaço e Tempo, v.26, n.1, e-167226, abr.2022..

LAYRARGUES, P. P. A natureza da ideologia e a ideologia da natureza: elementos para uma sociologia da Educação Ambiental. 2003. Tese (Doutorado em Ciências Sociais), Universidade Estadual de Campinas. Disponível em: <https://repositorio.unicamp.br/acervo/detalhe/279086>. Acesso em: 12/09/2023.

INSTITUTO ECOFUTURO. PREFEITURA DE MOGI DAS CRUZES. Plano de Manejo do Parque Natural Municipal Francisco Affonso de Mello “Chiquinho Veríssimo”. Revisão elaborada pelo Instituto Ecofuturo. Mogi das Cruzes, 2011. Disponível em: <http://www.ecofuturo.org.br/wp-content/uploads/2016/11/16684080ee7106eb867278f5d3929348aa8ca4c6.pdf>. Acesso em: 10/05/2023.

JOLY, Carlos A.; METZGER, Jean Paul; TABARELLI, Marcelo. Experiences from the Brazilian Atlantic Forest: ecological findings and conservation initiatives. New phytologist, v. 204, n. 3, p. 459-473, 2014.

LIMA, G .F. C. Crise ambiental, educação e cidadania. In: LAYRARGUES, P. P.; CASTRO, R.S.; LOUREIRO, C.F.B. (orgs.) Educação Ambiental: repensando o espaço da cidadania. São Paulo: Cortez, 2002.

LIMA, G .F. C. Formação e dinâmica do campo da Educação Ambiental no Brasil: Emergência, identidades, desafios. 2005. Tese (Doutorado em Ciências Sociais), Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas. Disponível em: <https://repositorio.unicamp.br/acervo/detalhe/335509>, Acesso em: 14/10/2023.

MYERS, N., MITTERMEIER, RA., MITTERMEIER, CG., FONSECA, GAB. and KENT, J., 2000. Biodiversity hotspots for conservation priorities. Nature, vol. 403, p. 853-858.

MOGI DAS CRUZES. Secretaria de Meio Ambiente e Proteção Animal. Projeto de Formação de Educadores Ambientais Locais. Apresentação em power point. 2022.

MORINI, A.S.C.; MIRANDA, V.F. (orgs.) Serra do Itapeti: Aspectos Históricos, Sociais e Naturalísticos. Bauru, SP: Canal 6, 2012, 400 p. Disponível em: <https://repositorio.cetesb.sp.gov.br/items/bfbff90c-a1a7-40b6-a6fd-b7ebac48e1bf>. Acesso em: 20/10/2023.

ORLANDI, E.P. O discurso da Educação Ambiental. In.: Avaliando a Educação Ambiental no Brasil: materiais impressos. TRAJBER, R. MANZOCHI, L.H. (orgs.). São Paulo. Gaia, 1996.

SAUVÉ, L. Uma cartografia das correntes em Educação Ambiental. In: SATO, M. (Org.); CARVALHO, I. (Org.). Educação Ambiental - pesquisa e desafios. Porto Alegre: Artmed, 2005.

SILVA, Clélia Christina Mello et al. Mudanças climáticas, Saúde e Educação Ambiental como Política Pública em tempos de crise socioambiental. 2018. Disponível em: <https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/rppublica/article/view/9839>. Acesso em: 20/11/2023.

TOZONI-REIS, M. F. C. Educação Ambiental: natureza, razão e história. 2. ed. Campinas - SP: Autores Associados, 2008. v. 1. 166 p.

VARGAS, Reinaldo Romero et al. Qualidade das águas do rio Tiête, nos municípios de Biritiba Mirim, Mogi das Cruzes, e Suzano (SP), relativo ao período de 1985 a 2013. Anais do XXI Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, v. 22, 2015.

VYGOTSKY, L.S. Formação social da mente - O desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 6ª edição. São Paulo: Ed. Martins Fontes, 2000, 191 p.

Downloads

Publicado

01-06-2024

Como Citar

Panzeri, C. G., & Evangelista Junior, C. da S. (2024). Educação Ambiental popular em Unidade de Conservação: educadores ambientais locais Serra do Itapeti. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 19(3), 295–309. https://doi.org/10.34024/revbea.2024.v19.15999

Edição

Seção

Artigos
Recebido: 2023-12-09
Aceito: 2024-04-01
Publicado: 2024-06-01

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.