O lócus da Educação Ambiental no Documento Curricular Referencial da Bahia-DCRB

Autores

  • Daniele da Silva Dias UESB - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Maria Rosinira Bezerra Cavalcante UESB - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Beatriz Pires Silva UESB - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Matheus Souza de Santana UESB - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Silvana do Nascimento Silva UESB - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2024.v19.16393

Palavras-chave:

DCRB; Educação Ambiental; Sustentabilidade; Meio Ambiente.

Resumo

Este artigo objetivou identificar como o Documento Curricular Referencial da Bahia (DCRB), volume 1, aborda a Educação Ambiental (EA). Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa do tipo documental, estruturada na Análise de Conteúdo. Observamos que a Educação Ambiental ocupa sim, um lugar no DCRB. Identificamos que o termo Educação Ambiental teve o maior número de ocorrências (37), seguido do termo Sustentabilidade, com 18 ocorrências. Já o vocábulo Meio Ambiente aparece 17 vezes e Desenvolvimento Sustentável não aparece como elemento textual. Notamos que o termo Educação Ambiental aparece de forma bastante expressiva, porém de forma concentrada em uma seção do documento. O conceito sustentabilidade é alvo de várias interpretações e, em alguns contextos, é associado à ecoeficiência. A Educação Ambiental, no DCRB, traz uma visão menos reducionista e conservacionista sobre a temática, se comparada a BNCC, pois reconhece, além da dimensão ambiental, a social como pauta de discussão, abordando os problemas socioambientais como frutos da ação humana.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Rosinira Bezerra Cavalcante, UESB - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (2002). Atualmente, estudante de Mestrado do Programa de Pós-Graduação Ensino de Ciências e Formação de Professores (PPG-ECFP), pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Campus Jequié. pertencente ao quadro efetivo de professores da Rede municipal de Tambboril/CE, Da área de Ciências do Ensino Fundamental II.Iniciando a vivência pedagógica, de sala de aula, desde 2000, com experiência em Educação (Municipal e Estadual), formação de professores/as e orientação a Projetos de Conclusão de Curso, ensino médio/ Projeto de Vida da Família Camponesa (Escola Família Agrícola Dom Fragoso).

Beatriz Pires Silva, UESB - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia-UESB. Pós graduada em Metodologia do Ensino de Biologia, pelo Centro Universitário Internacional-UNINTER. Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Formação de Professores-PPGECFP, UESB. Professora efetiva da Educação Básica do Ensino Fundamental Anos Finais no município de Mirante-BA, desde 2016. Atuou como professora de Biologia na rede estadual da Bahia entre 2017 e 2019. Durante a sua trajetória acadêmica, atuou como bolsista no Projeto de Extensão Ensinando a Aprender Botânica no Ensino Básico (2012-2013) e no Programa Institucional de Iniciação à Docência-PIBID, em 2014. Atualmente, é pesquisadora no Grupo de Estudos e Pesquisas em Ensino-Aprendizagem de Botânica- GP-ENABOT.

Matheus Souza de Santana, UESB - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Conforme Currículo Lattes, minha formação acadêmica contempla experiência docente em nível de Educação Básica, Ensino Superior (Graduação e Pós-Graduação), atuação na Administração e Gestão Escolar.

Silvana do Nascimento Silva, UESB - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Licenciada em Biologia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (1997). Especialista em Metodologia do Ensino Superior (2000). Mestre em Ciências Biológicas (Botânica. Bolsa Capes) pela Universidade Federal da Bahia (2001). Doutora em Ensino, Filosofia e Historia das Ciências - UFBA, com doutorado-sanduíche pelo Programa ERASMUS (Bolsa da União Européia) na Universidade do Minho em Portugal. Professora Plena da área de Educação do Departamento de Ciências Biológicas (UESB). Atuação em ensino´pesquisa e extensão em Educação Ambiental e Formação de Professor. Docente, pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Formação de Professores (DCB/UESB). Coordenadora do Grupo de Pesquisa em Educação Ambiental e Formação de Professores - GPEAFP. Coordenou a Linha de Ação Educação Ambiental do Subprojeto Interdisciplinar do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência - PIBID (UESB-CAPES), no período de março de 2013-junho de 2016. Coordenou a Linha de Ação Educação do Campo do subprojeto Interdisciplinar do Pibid(Uesb-Capes), de julho de 2016 - Outubro de 2017. Pós-doc (Bolsa CNPq) realizado Universidade Federal do Rio de Janeiro-UFRJ- Programa de Pós-Graduação em Educação. Coordenadora do Programa Residência Pedagógica Interdisciplinar Biologia e Química (2020-2022).Coordenou o Laboratório de Ensino de Biologia (LEBio-UESB, 2019-2022). Secretaria da Associação Docente do Sudoeste da Bahia (Adusb - 2021). Vice-Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Formação de Professores (2022-Atual).

Referências

BAHIA. Secretaria de Educação, Programa de Educação Ambiental do Sistema Educacional da Bahia. ProEASE, 2. ed. Salvador: SEC, 2015. p. 31.

BAHIA. Secretaria de Educação; Documento Curricular Referencial Da Bahia Para A Educação Infantil E Ensino Fundamental – DCRB, Salvador: SEC, 2020.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70 Lda, s/d. ISBN: 972-44-0898-1, 1977.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70,1979. BERELSON, B. Content analysis. In: Communication Research. New York: University Press, 1952.

COUTINHO, M. S. P. Racionalidade comunicativa e desenvolvimento Humano em Jurgen Habermas, bases de um pensamento educacional. Lisboa: editor Fernando Mão de Ferro. 2002.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, P. Pedagogia da Esperanca: reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

GIL, Antônio Carlos, 1946-Como elaborar projetos de pesquisa/Antônio Carlos Gil. - 4. ed. - São Paulo: Atlas, 2002 – p.45-47, 87-90

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social / Antonio Carlos Gil. - 6. ed.- São Paulo: Atlas, 2008.

GRUNDY, Shirley. Curriculum: product or praxis/ Producto o praxis del curriculum – 3 ed. – Madrid, MORATA, S. L, 1987.

JACOBI, Pedro. Educação Ambiental, cidadania e sustentabilidade. Cadernos de Pesquisa, n. 118, mp. a1rç8o9/-220050,3 março/ 2003 189

LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. Marina de Andrade Marconi, Eva Maria Lakatos. 5. ed. -São Paulo: Atlas 2003.

LAYRARGUES, P. P; LIMA, G. F.C. As macrotendências político-pedagógicas da Educação Ambiental brasileira. Ambiente & Sociedade. São Paulo, v. XVII, n. 1, n p. 23-40. 2014.

MEIRA, Pablo; SATO, Michèle. Só os peixes mortos não conseguem nadar contra a correnteza. Revista de Educação Pública, v.14, n.25, 17-31p., 2005.

MORIN, Edgar, Os sete saberes necessários à educação do futuro / Edgar Morin; tradução de Catarina Eleonora F. da Silva e Jeanne Sawaya – 2. ed. – São Paulo: Cortez; Brasília, DF : UNESCO, 2000.

RIBEIRO, M. P.; ZANARDI, T. A. C. As concepções marxistas da pedagogia histórico-crítica de dermeval saviani em relação à temática do conhecimento: contribuições ao currículo, EDUR • Educação em Revista. 2018; 34:e186783.

SANTOS, B. S. A Cruel Pedagogia do Vírus. Coimbra: Edições Almedina, S.A. 2020

SILVA, S. N.; SANTOS, V. P. Produção textual em educação do campo no PIBID interdisciplinar em Educação Ambiental: a formação de intelectuais transformadores. Ambiente & Educação, v. 25, n. 2, 2020.

SILVA, S. N.; Loureiro, C. F. B. O sequestro da Educação Ambiental na BNCC (Educação Infantil - Ensino Fundamental): os temas Sustentabilidade/Sustentável a partir da Agenda 2030. Anais do XII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – XII ENPEC Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN. 2019.

Downloads

Publicado

01-06-2024

Como Citar

Dias, D. da S., Cavalcante, M. R. B., Silva, B. P., Santana, M. S. de, & Silva, S. do N. (2024). O lócus da Educação Ambiental no Documento Curricular Referencial da Bahia-DCRB. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 19(3), 448–460. https://doi.org/10.34024/revbea.2024.v19.16393

Edição

Seção

Artigos
Recebido: 2024-03-07
Aceito: 2024-04-22
Publicado: 2024-06-01

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.